HISTÓRIA

O concelho de Albergaria-a-Velha, no distrito de Aveiro, foi sempre conhecido pelos seus inúmeros Moinhos de Água. Embora seja ao longo do Rio Caima que se encontram as unidades de maior expressão e importância, encontram-se, entre os restantes rios, ribeiras e nas inúmeras cargas e valas de todas as freguesias, vestígios ou registos de 356 estruturas, sendo até à data o concelho na Europa com o maior número de moinhos de água devidamente documentados.
Os moinhos foram edificados, sobretudo, entre os séculos XVIII e XIX com recursos a materiais de construção locais e serviam, essencialmente, para moagem de milho e de trigo, tendo sido também utilizados para o descasque do arroz produzido na região do Baixo Vouga.
Estes moinhos ligaram o concelho à produção de pão durante séculos, sendo que a tradição se estendeu no tempo e ainda hoje se encontra presente entre a população albergariense, cuja tradição gastronómica é reconhecidamente rica e variada.
A criação da Rota dos Moinhos pretendeu ajudar a reavivar a tradição do concelho e reabilitar um produto turístico e cultural de valor material e imaterial para os naturais da região e para os visitantes.
Image

Image

Image